04.02.2019 • Febrafite

Renúncias previdenciárias vão tirar R$ 54 bi dos cofres do INSS em 2019

Por Idiana Tomazelli, O Estado de S. Paulo 

Enquanto pretende endurecer as regras de aposentadoria e pensão, o governo prevê uma renúncia de R$ 54,56 bilhões com isenções previdenciárias neste ano. Em 2018, as renúncias a micro e pequenas empresas, entidades filantrópicas e exportadores agrícolas cortaram em R$ 46,3 bilhões a arrecadação do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – o equivalente a um quarto do rombo da Previdência no ano passado, que foi de R$ 195,2 bilhões.

Em 2018, as empresas do Simples Nacional concentraram a maior parte das renúncias previdenciárias, no valor de R$ 25,8 bilhões. Já as companhias enquadradas como Microempreendedor Individual (MEI) responderam por outros R$ 2,2 bilhões. Ambas as categorias pagam uma carga tributária reduzida.

As entidades filantrópicas foram beneficiadas com R$ 11,1 bilhões em isenções previdenciárias em 2018. No grupo estão incluídos hospitais e universidades privadas, que cobram pelos serviços e são responsáveis pela maior parte da renúncia. O relator da reforma da Previdência, Arthur Oliveira Maia (DEM-BA), chegou a declarar em 2017 que proporia o fim desses benefícios, mas a medida não chegou a ser incluída no texto.

 

 

Leia íntegra aqui. 

OUTRAS NOTÍCIAS

09.07.2022 • fiscosul

Revista 40 anos da Fiscosul

https://e.issuu.com/anonymous-embed.html?u=kuana&d=revista_fiscosul_final_toda

SAIBA MAIS +
01.11.2019 • Febrafite

Mais de um terço das cidades não conseguem se manter com a própria receita

relação entre a receita gerada localmente pelos municípios brasileiros e...

SAIBA MAIS +
31.10.2019 • fiscosul

Dia do servidor público estadual

DIA 28 DE OUTUBRO   Caríssimos colegas servidores,   Aproveitamos a comemoração do Dia...

SAIBA MAIS +
09.10.2019 • Febrafite

Estados exportadores querem mais recursos do megaleilão de petróleo

Por Correio Braziliense Os governadores não chegaram a um acordo sobre a divisão...

SAIBA MAIS +